2017/05/16

Curiosidades muito interessantes sobre a guitarra

         -A Afinação das cordas varia com a temperatura.                              
- As cordas dos violões antigos eram feitas de tripas de ovelha.
- Afinações abertas são aquelas onde as cordas soltas soam como um acorde.
- O Korn popularizou a guitarra de 7 cordas.
- A alavanca com trava da Floyd Rose foi criada em 1982.
- A DiMarzio foi a 1ª a fabricar captadores de alta potência.
- A Peavey se inspirou na tecnologia dos fabricantes de armas para fabricar guitarras melhores e mais baratas em 1976.
- A Ernie Ball foi a 1ª a lançar cordas próprias para bends.
- O captador humbucker foi criado para não produzir chiados.
- Em 1860, surgiram as primeiras cordas de aço para violão.
- Nos anos 30, a Gibson foi a 1ª líder do mercado de guitarras.
- Antes da guitarra elétrica, foi criado o violão Ressonator, que amplificava o som através de um cone alto-falante de alumínio.
- "The Beast" é uma guitarra de 6 braços.
- A guitarra é um instrumento tanto de melodia quanto harmonia.
- Estados Unidos é o país com maior concentração de guitarristas do mundo.
- Dá para "tocar guitarra" com um iPhone.
- Mr. Fastfinger é um famoso desenho animado de guitarra.
- A 1ª guitarra elétrica era uma guitarra havaiana.
- A lira foi o 1º instrumento de cordas, criado há 4.800 anos.
- Existem mais de 130 grandes marcas de guitarra no mundo.
- A Fender Stratocaster foi criada em 1954 por Leo Fender.
- A Gibson SG foi feita para ter maior acesso aos últimos trastes.
- A Gibson Firebird foi desenhada por um designer de carros.
- O 1º nome da Fender Telecaster era Fender Broadcaster.
- Os violões da Takamine são famosos por seus captadores.
- PRS significa Paul Reed Smith, o criador da marca de guitarras.
- Um captador tipo Humbucker são 2 captadores simples juntos.
- O nome "guitarra" veio da palavra persa "sihtar".
- O violão é o principal instrumento da música flamenca.
- Uma guitarra de 2 braços tem 18 cordas.
- Uma guitarra Midi pode simular qualquer instrumento.
- Amplificadores valvulados adicionam uma distorção natural.
- A 1ª palheta foi uma ponta de flecha.
- A maioria das palhetas é feita de plástico.
- Há 2.500 anos atrás, os egípcios já usavam palhetas.
- Chicken pickin é uma técnica derivada da música country.
- A Mesa Boogie criou um amplificador de sustain infinito.
- A maioria dos solos de rock só tem 5 notas.
- Anualmente é realizado um Campeonato Mundial de Air Guitar.
- O slide foi descoberto por um havaiano em 1889.
- Um amplificador valvulado oferece uma distorção mais clara e firme.
Fonte Original: GuitarCoast

Violão e Guitarra - Estudando tetracordes da escala maior

    Tetracorde é uma escala de quatro notas contidas no limite do quarto grau.  Os tetracordes eram usados para construir melodias na música grega antiga.  Existiam três tipos de tetracordes gregos:
        Diatônico, com intervalos de:
        Semitom - Tom - Tom
        Cromático, com intervalos de:
        Semitom - Semitom - Tom e meio
        Enarmônico, com intervalos de:
        Quarto de tom - Quarto de Tom - 2 tons

      O tetracorde da escala maior é diferente daqueles usados na Grécia antiga  e consiste nos seguintes intervalos:
      TOM - TOM - SEMITOM
        Exemplos:
        Tetracorde de Fá:
        Fá - Sol - Lá - Sib
        Tetracorde de Dó:
        Do - Ré - Mi - Fá
        Tetracorde de Sol:
        Sol - Lá - Si - Dó
        Tetracorde de Ré:
        Ré - Mi - Fá - Sol
        Tetracorde de Lá:
        Lá - Si - Dó# - Ré
      A escala maior é formada por dois tetracordes separados entre si por um tom, sendo o primeiro tetracorde da nota de I grau e o segundo tetracorde  da nota de V grau.
     Exemplos: Escala de Dó Maior

      Para a construção do tetracorde seguimos as mesmas regras utilizadas na construção das escalas diatônicas, não havendo repetição do nome da nota e nem saltos para outra nota que seja a próxima da ordem gradual (exemplo: dó ré mi fá sol lá si dó ...)
            Veja abaixo o quadro com os tetracordes:
            Tetracorde de Dó Do     Ré     Mi     Fá
            Tetracorde de Sol Sol     Lá     Si     Dó
            Tetracorde de Ré Ré     Mi     Fá#     Sol
            Tetracorde de Lá Lá     Si     Dó#     Ré
            Tetracorde de Mi Mi     Fá#     Sol#     Lá
            Tetracorde de Si Si     Dó#     Ré#     Mi
            Tetracorde de Fá # Fá#     Sol#     Lá#     Si
            Tetracorde de Dó # Dó#     Ré#     Mi#     Fá#
            Tetracorde de Sol # Sol#     Lá#     Si#     Dó#
            Tetracorde de Ré # Ré#     Mi#     Fá #     Sol#
            Tetracorde de Fá Fá     Sol     Lá     Sib
            Tetracorde de Si b Sib     Dó     Ré     Mib
            Tetracorde de Mi b Mib     Fá     Sol     Láb
            Tetracorde de Lá b Láb     Sib     Dó     Réb
            Tetracorde de Ré b Réb     Mib     Fá     Solb
            Tetracorde de Sol b Solb     Láb     Sib     Dób
            Tetracorde de Dó b Dób     Réb     Mib     Fáb
            Tetracorde de Fá b Fáb     Solb     Láb     Sibb
            Tetracorde de Si bb Sibb     Dób     Réb     Mibb

      É importante a compreensão dos tetracordes, que consistem em um fragmento da escala maior, para  que possamos entender as relações entre as tonalidades e as progressões interválicas que veremos em breve.

Violão e Guitarra - A técnica da mão direita

       O controle da mão direita é dado por uma combinação de senso rítmico e precisão. Quanto mais você praticar, mais depressa sua mão direita será uma extensão de seu senso rítmico. No começo você precisará de apoio para sua mão direita. Seu antebraço deve descansar ligeiramente sobre a parte superior do violão, de forma que a mão fique livre na posição apropriada para tocar. A mão deve movimentar-se o mínimo possível, deixando esse trabalho para os dedos. Estes devem estar bem relaxados para que possam movimentar-se com independência.
         A regra fundamental para qualquer técnica de mão direita é "o máximo de efeito com o mínimo de movimento". No violão, a mão deve mover-se apenas o suficiente para selecionar as cordas e controlar os dedos. Considera-se como área para tocar o espaço entre o rastilho e o começo da escala. O som varia de acordo com o ponto exato de contato. É mais agudo e penetrante perto do rastilho e se torna mais suave à medida que você toca mais perto do meio da corda. Tocar com os dedos ou com uma palheta é uma decisão pessoal, baseada no tipo de som que você quer obter. 
 

2017/04/18

Aprenda Violão e Guitarra - Localização das notas no braço do instrumento

http://www.artmaiashop.com

A agilidade em achar as notas no braço do violão e da guitarra é muito importante para montarmos escalas e acordes. Para isso, é extremamente necessário conhecer onde estão as notas no seu instrumento. De nada adiantaria saber a teoria, se na prática você não for capaz de localizá-las.

O primeiro passo, para isso é conhecer o nome das cordas soltas.
As cordas soltas na guitarra são contadas de baixo para cima, sendo assim a primeira a mais aguda e a 6ª a mais grave. 
1ª corda solta – Mi ( E )
2ª corda solta – Si ( B )
3ª corda solta – Sol ( G )
4ª corda solta – Ré ( D )
5ª corda solta – Lá ( A )
6ª corda solta – Mi ( E )
A partir das cordas soltas, cada vez que pressionamos uma nova casa, subimos 1 semitom, ou seja, ½ tom. Vejamos o que acontece no braço da guitarra até a quinta casa.
http://www.artmaiashop.com
Para acharmos as notas da sexta casa em diante, continuaremos a seguir meio a meio, até a nota desejada.

2017/02/07

Aprenda a tocar violão e guitarra sem sair de casa, estudando nas horas vagas!

http://www.artmaiashop.com
Você quer aprender a tocar violão e guitarra em pouco tempo de modo rápido e sem complicações, e saber tudo o que é preciso para se tornar uma fera nesses instrumentos musicais e ainda contar com o suporte do Professor On-line para esclarecer todas as suas dúvidas, mas não tem tempo para freqüentar uma escola de música convencional? Se a sua resposta for afirmativa, você precisa conhecer o Grupo ArtMaia Music (www.artmaia.com), que é especializado no ensino musical a distância. São 14 anos formando talentos em todo o Brasil! Para conhecer nossos cursos acesse:

2016/02/16

Curso de Violão e Guitarra - Estudando acordes com pestana

http://www.artmaiashop.com

Acordes com pestana são formas móveis, não contém cordas soltas, e podem ser tocados em qualquer lugar no braço do instrumento. Eles também são mais difíceis de tocar, pois o dedo indicador aplica uma pressão constante sobre cinco ou seis cordas. No entanto, uma vez que você domine essas posições, vai se sentir um guitarrista ou violonista profissional, e acordes como Bb e F# não vão mais derrotar você.
Acordes com pestana são geralmente mais fáceis de executar mais acima no braço; pratique-os onde seus dedos se sentirem mais confortáveis no início (a quinta casa é um bom ponto para começar). Por fim, não desanime se esses acordes não funcionarem imediatamente. Todo mundo acha essas posições complicadas, mas vai ser difícil conseguir que todas as cordas soem limpas e corretas antes que você adquira força nos dedos de sua mão esquerda.
http://www.artmaiashop.com

DICA

Praticar com freqüência em períodos curtos é a melhor maneira de construir a sua técnica. Então, enquanto você estiver assistindo TV, você pode praticar alguns acordes com pestana durante os intervalos comerciais, por exemplo.



A Formação dos acordes (Parte 01)

http://www.artmaiashop.com

A música tocada no violão e na guitarra é amplamente baseada em acordes e progressões de acordes. Enquanto existem muitos acordes diferentes, alguns com nomes extremamente exóticos, a definição exata de acorde é simples: são três ou mais notas diferentes tocadas juntas. Mas, você às vezes irá encontrar “acordes” reduzidos, em que uma das três notas é omitida, essas combinações de duas notas podem manter a maior parte das características do acorde.
Os acordes são derivados das escalas utilizando o princípio de “amontoar as terças”. Isso significa que o acorde é feito escolhendo a escala maior e selecionando quaisquer três notas alternadas daquela escala. Os acordes derivados de qualquer escala são chamados de campo harmônico: os acordes resultantes, que podem ser maiores (felizes) ou menores (melancólicos), irão parecer “certos” quando tocados juntos em progressão. 

2015/03/24

Aprenda a tocar violão e guitarra sem sair de casa, com material de estudos exclusivo!

Você quer aprender a tocar violão e guitarra em pouco tempo de modo rápido e sem complicações, e saber tudo o que é preciso para se tornar uma fera nesses instrumentos musicais e ainda contar com o suporte do Professor On-line para esclarecer todas as suas dúvidas, mas não tem tempo para freqüentar uma escola de música convencional? Se a sua resposta for afirmativa, você precisa conhecer o Grupo ArtMaia (www.artmaia.com) , que é especializado no ensino musical a distância. Com 12 anos de experiência formando talentos em todo o Brasil! Para conhecer nossos cursos acesse:


2015/01/13

Cordas - Problemas e Soluções



Problemas com cordas que não afinam ou que perdem a afinação rapidamente, geralmente são causados por cordas de má qualidade. Se for este o caso, troque de marca. Outro problema muito comum mesmo entre músicos com alguma experiência é a falta de cuidado quanto à colocação da corda na tarracha.
    Uma má colocação (geralmente poucas voltas sobre a tarracha) pode gerar falta de contato entre corda e tarracha permitindo que a corda se afrouxe. A sua maneira de tocar pode influenciar definitivamente na perda da afinação principalmente se em conjunto com os problemas acima. Consta entre alguns guitarristas e violonistas a informação de que umidade excessiva pode prejudicar a afinação. É natural que ao afinar uma corda com o aumento de tensão todas as outras cordas se afrouxem um pouco (devido ao corpo e braço do instrumento naturalmente cederem um pouco à nova tensão se encurvando). Isso é fácil de perceber quando se têm todas as cordas desafinadas e se afina uma por uma. Após afinar a última corda é necessário reafinar todas as outras já afinadas.

    De forma geral, porém, isso só precisa ser repetido uma ou duas vezes no máximo.